Portal da Cidade Paudalho

NÁUTICO

Náutico bate o Bahia e segue vivo no Nordestão

Gol da vitória alvirrubra foi marcado por Robinho, ainda no primeiro tempo de jogo

Postado em 11/03/2018 às 19:33

Jogadores comemoram gol de Robinho (Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco)

O pulso alvirrubro na Copa do Nordeste ainda pulsa. Caso não quisesse se despedir da competição, ainda na fase de grupos, uma vitória diante do Bahia, neste sábado, na Arena de Pernambuco, se fazia necessária. E o objetivo foi alcançado com um placar mínimo. O gol do 1x0 foi marcado pelo atacante Robinho, ainda no início do primeiro tempo. É bem verdade que o torcedor do Náutico teve de sofrer bastante durante o jogo – e principalmente pela postura adversária durante toda a etapa final. Com o resultado, o Timbu chegou aos quatro pontos, além da primeira vitória na competição, e diminuiu a diferença para o vice-líder do grupo C, o Tricolor de Aço, para dois pontos.

Qualquer encontro entre pernambucanos e baianos é configurado como um clássico. Digo isso levando em consideração uma das principais características que define esses tipos de jogos. Independente da situação que qualquer uma das equipes se encontra, surpresas sempre podem acontecer. É inegável que havia um favoritismo para o jogo deste sábado entre Náutico x Bahia. Apesar de jogar no Recife, cabia ao Tricolor de Aço o papel de protagonismo no jogo. Dono da bola, a liderança nos números foi adversária, com picos de 65% de posse de bola durante o primeiro tempo, por exemplo. A efetividade, no entanto, foi Timbu. Fato que contribuiu para o 1x0 construído na primeira metade da partida.

Foi praticamente o primeiro ataque do Náutico no jogo. Aos 10 minutos, Ortigoza recebeu passe dentro da área, mas deixou a bola escapar. Robinho aproveitou o lance, ajeitou para a direita e chutou rasteiro no canto direito de Douglas. No primeiro tempo, esta foi a única finalização do time no gol adversário. Já o Bahia chegou mais vezes. Mesmo assim, o caráter decisivo pareceu pender apenas aos pernambucanos - Afinal, uma derrota alvirrubra faria o time ser eliminado da Copa do Nordeste. A ofensividade baiana acontecia de forma tímida. E o jogo foi, aos poucos, se mostrando propício para o Alvirrubro.

Tudo que havia sido construído antes do intervalo, por pouco não ruiu nos primeiros segundos da segunda etapa. Júnior Brumado, que havia acabado de entrar na vaga de Kayke, recebeu passe na pequena área, driblou o marcador e soltou uma bomba. No rebote, Edigar Junio finalizou para o gol e Bruno realizou outra grande defesa. Este susto não foi isolado. Por todo o início do segundo tempo, foram os baianos que tiveram uma postura mais agressiva no campo de ataque. Ao Náutico, coube se defender e apostar nas bolas longas. Escassas chances foram protagonizadas pelos anfitriões. Enquanto que o Bahia acumulou chances perdidas. Melhor para os pernambucanos, que seguem vivos na busca pela classificação para a próxima fase da Copa do Nordeste.

FICHA DE JOGO

NÁUTICO

Bruno; Thiago Ennes, Breno, Camutanga e Kevyn; Negretti, Wendel (Josa) e Jobson (Medina); Robinho, Wallace e Ortigoza (Rogerinho). Técnico: Roberto Fernandes

BAHIA

Douglas; Nino, Thiago, Lucas Fonseca e Léo; Edson, Elton (Élber) (Allione), Vinicius e Zé Rafael; Edigar Junio e Kayke (Júnior Brumado). Técnico: Guto Ferreira

Local: Arena de Pernambuco, no Recife

Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)

Assistentes: Rondinelle dos Santos Tavares e Esdras Mariano de Lima Albuquerque (Ambos de AL)

Gols: Robinho (aos 10 do 1ºT)

Cartões amarelos: Lucas Fonseca, Zé Rafael, Léo (Bahia); Wendel, Thiago Ennes, Medina (Náutico)

Público e renda: Não divulgados


Fonte: Folha PE

Deixe seu comentário