Portal da Cidade Paudalho

CARCERÁRIO

Presídio de Itaquitinga registra sua primeira apreensão de celular com detento

O complexo prisional tem uma unidade funcionando atualmente, mas receberá mais duas. A Unidade I foi entregue em janeiro de 2018.

Postado em 17/01/2019 às 11:24 |

Presídio inaugurado em janeiro de 2018 receberá mais duas unidades (Foto: Peu Ricardo/DP)

Um ano e oito dias após sua inauguração, o Presídio de Itaquitinga, na Mata Norte do Estado, registrou sua primeira apreensão de celular de posse de um detento. Segundo a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), o aparelho foi encontrado com José Florêncio de Lima, 48 anos, por agentes da unidade prisional, durante revista realizada quando o detento saía do atendimento com sua advogada. "Os dois foram encaminhados à Delegacia de Itaquitinga para providências cabíveis", informou o órgão, por nota. Além disso, o preso será submetido ao Conselho Disciplinar da unidade. 

O complexo prisional tem uma unidade funcionando atualmente, mas receberá mais duas. A Unidade I foi entregue em janeiro de 2018. Foi projetada inicialmente para abrigar detentos do regime semiaberto, mas recebeu adaptação e passou a abrigar mil presos em regime fechado. A segunda está em fase de conclusão pelo governo do estado e deve abrigar outros mil detentos. A terceira unidade ficará sob a responsabilidade do governo federal. O prazo previsto de conclusão é de 24 meses, após a assinatura da escritura. A previsão é que 300 vagas sejam abertas após a conclusão da obra.

Em 17 de dezembro, o governo de Pernambuco formalizou a doação da Unidade III ao governo federal. Na ocasião, o então ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, anunciou a liberação de R$ 50 milhões para a construção do presídio federal no estado. Os governos federal e estadual já tinham assinado, em março de 2018, um termo de compromisso para a federalização do local. O terreno que será doado pelo governo do estado à União tem 5.922. hectares. 

Além da construção, o governo federal ficará responsável pela administração e manutenção do espaço. Segundo informações do Ministério da Segurança Pública, a unidade será a primeira penitenciária a atender os condenados da Justiça Federal, não se limitando aos presos de segurança máxima. O projeto modelo de Itaquitinga será o primeiro desenvolvido e construído com o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), seguindo padrões das Nações Unidas e utilizando tecnologias que permitirão um prazo de entrega em meses ao contrário dos 5 anos de demora usuais no Brasil. Itaquitinga, destacou o ministério, servirá de modelo a ser replicado para os próximos presídios federais a partir de agora, podendo servir ainda de referência para outras penitenciárias inclusive estaduais.


Fonte:

Deixe seu comentário